2005-05-13

Encontro Nacional de TSA?

Por Paulo Martins, TSA

A vida é feita de escolhas. Pequenas, grandes, todas elas têm uma coisa em comum: normalmente só sabemos se a escolha foi a mais correcta quando já é tarde demais!

Eu estou farto que outros façam escolhas por mim! ... E os colegas?
Se é assim, vamos todos unir-nos, formar uma classe forte, segura e profissional!

A ideia é a seguinte: realização de um grande encontro nacional de TSA com um único ponto na agenda - O estado da profissão de TSA.

Seria este o único tema em discussão.

É claro que teria de ser um encontro realizado com o envolvimento do maior número de TSA possível e para isso é necessário que, pelo menos, alguns TSA de cada Sub-região do país se envolvam e contactem os TSA dessa área.

Seria um encontro direccionado para TSA e estudantes de SA e, por isso, seria de graça para esses profissionais.

Poderíamos convidar juristas (para esclarecimento das áreas de intervenção dos TSA, questões como a autonomia dos TSA, etc.), elementos ligados à DGS (para que tomem conhecimento da existência dos TSA e quais as suas áreas de intervenção e para que saibam que nós existimos e estamos dispostos a lutar pelo reconhecimento da nossa profissão), colegas que colocassem problemas e dissessem como os resolveram, e, porque não?, médicos de saúde pública (MSP) que nos apresentassem a sua visão da profissão de TSA.

Depois das discussões dos temas, seria importante que fossem elaborados documentos nacionais, linhas orientadoras para a redefinição da carreira e da profissão.

O que acham? Peguem nesta proposta, se a acharem interessante, e troquem umas palavras uns com os outros!

1 comentário:

Saúde Púbica disse...

Olá Paulo...

Ainda bem que a comichão pegou... obrigado por te coçares comigo!!
Podes contar com este comichoso para apimentar a discussão e sobretudo, apresentar eventuais soluções para os "problemas" com que nos deparamos.

Entretanto, deixa-me esclarecer algumas "não verdades inconscientes" que pude verificar no teu post colocado no fórum e no blogue:

1. Falas de "O estado da profissão de TSA!"... relembro que os TSA não têm uma carreira especifica (entenda-se exclusiva), identificada claramente como tal. Saúde Ambiental é uma área profissional da carreira de Diagnóstico e Terapêutica e dúvido que qualquer sindicato queira discutir estas questões, sem envolver as outras áreas profissionais;

2. Não me parece que um grupo de colegas, que acima de tudo, devem ser amigos, se consigam fazer ouvir, ou pelo menos levar a sério, sem que se façam representar, por exemplo, por (pelo menos) um dos vários sindicatos ou associação profissional;

3. Julgo ser preferivel, numa primeira fase, chegar-se a consenso entre profissionais de Saúde Ambiental e depois então, envolver outras pessoas/entidades. Por aquilo que aqui e ali tenho lido, parece-me que este eventual consenso, dará azo a muita discussão, que julgo não ser conveniente ser partilhado por outros.

4. O(s) teessea(s) já referiram e muito bem, que a gratuitidade é algo utópico... pensa nos juristas e afins (tens amigos??). Pelo que proponho um almoço de colegas, dispostos a debater estas questões (quais??) e assentar ideias, porque elas (as ideias) são muitas e pouco ou mal fundamentadas/defendidas.

5. Último... "morri", mas alguém me mumificou... e a múmia regressou!