2005-05-31

Conversando...


Para expor dúvidas, comentar projectos e programas, divulgar acontecimentos, publicar estudos, os TSA dispõem desde agora na Internet de três espaços diferentes que se complementam:

Um blogue: saúdeambiental
Um fórum: Fórum de Saúde Ambiental
Um site: “Coisas” de Saúde Ambiental

1. O site

“Coisas” de Saúde Ambiental, é um site (criado e gerido por Susana Daniel, TSA) cuja construção foi orientada para a concretização de um objectivo: a publicação de trabalhos produzidos por TSA.

A partir de agora, os TSA podem publicar os ensaios e os estudos, as monografias, as comunicações e as teses de que são autores. E, assim, contribuírem decisivamente para a promoção dos TSA em diferentes planos, designadamente no plano sócio-profissional - que recentemente foi objecto de múltiplas intervenções no Fórum de Saúde Ambiental.

Esperamos que de facto os TSA colaborem, que cedam os seus trabalhos para publicação e que a Susana Daniel, TSA, continue a ter disponibilidade para os editar.

2. O Blogue

Decidimos criar o blogue de saúdeambiental por duas razões:

- Uma: a construção e a gestão de um site exigiria de nós recursos tecnológicos, materiais e humanos que transcendiam os nossos saberes e a nossa disponibilidade.

- Outra: os TSA não tinham um jornal que, como qualquer outro jornal em suporte de papel, publicasse notícias e artigos de opinião, divulgasse acontecimentos, permitisse a análise dos problemas do quotidiano.

Ainda não esgotámos todas as potencialidades do blogue. Continuamos a aprender, e, brevemente, admitimos estar em condições para inserir ilustrações (desenhos, fotografias) e comunicar por correio electrónico aos leitores interessados as alterações (publicação de textos) que introduzirmos no saúdeambiental.

Assumimo-nos como teessea por razões meramente estratégicas. Basicamente, porque entendemos que um jornal com as características do saúde ambiental não é propriedade de um mas de todos. Sobretudo de todos os TSA.

Por essa razão, continuamos a identificar-nos como teessea. E continuaremos a possibilitar a todos os TSA a publicação de textos sob a identidade que assumimos. Desde que (e esta disposição não deverá ser entendida como um exercício de censura) os textos não sejam de carácter obsceno e/ou ofensivo.

Finalmente, esclarecemos que embora todos (ES, MSP, TSA, leitores em geral) possam colaborar, o blogue tem um gestor. Que, por ser velho e teimoso, persiste em disfarçar a sua identidade.

3. O Fórum

O Fórum de Saúde Ambiental, criado e gerido por Vítor Manteigas, TSA, foi a página precursora. Tem desempenhado uma função notável na promoção do dialogo e do debate entre profissionais de saúde, sobretudo entre TSA. Mas consideramos que o Fórum é um espaço que está subaproveitado pelos TSA e que é muito maltratado por internautas que se servem do Fórum para anunciar serviços estranhos à saúde ambiental.

Em relação ao subaproveitamento, a responsabilidade é dos TSA. Porque muitos abrem a página, clicam numa mensagem, eventualmente em mais duas ou três, e a seguir saem. Isto é, lêem as mensagens mas não as comentam. Uma atitude (que não queremos classificar de indiferença) que nós também registamos no jornal de saúdeambiental.

Quanto à intervenção de intrusos, o Vítor Manteigas é uma vítima. Na qualidade de gestor do Fórum, tem a sua intervenção bastante condicionada e não pode eliminar as mensagens cujo conteúdo se afasta do âmbito da saúde ambiental.

O Fórum de Saúde Ambiental é um espaço que os TSA não devem ignorar. Sobretudo, é um espaço em que devem participar. Activamente.

4. Nota final

Tanto quanto sabemos, os TSA são os únicos profissionais de saúde que têm na Internet um Ponto de Encontro, um Jornal e uma Biblioteca interactivos. Será que estes recursos não são suficientes para acabarmos com a imagem do senhor-das-águas?.

4 comentários:

Sílvia Silva disse...

E já que falamos em espaços de Saúde Ambiental na internet aqui vão mais 2:
http://www.saudeambiental.net/

http://saudeambiental.blogs.sapo.pt/

teessea disse...

Olá, Sílvia!

Conhecíamos o blogue www.saudeambiental.net, aparentemente criado só para (a apresentação de uma comunicação?) nas V Jornadas de Saúde Pública e Ambiental.

Nunca mais foi actualizado.

Em relação ao blogue saudeambiental.blogs.sapo.pt/, vamos esperar.

Um abraço,

teessea

Bloteigas disse...

Pois é! :(
O fundador do fórum, serei com certeza. Quanto a gestor, administrador ou coisa que o valha, nãaaaaaa...
Depois da "venda" do Terravista aos espanhóis da Ya.com, todos os privilégios que qualquer administrador tinha sobre os fóruns criados, deixou de os ter. Agora simplesmente não se consegue fazer o login e apagar todo o "lixo" que por lá colocam.
Ainda não desisti. Quase todas as semanas envio mails para o "defensor dos fóruns" a expôr a situação e a solicitar ajuda.
Até hoje nada!!... Enfim.

Quanto à página "Saúde Ambiental" e como poderiam antever por um post anterior, deixou de ser "Saúde Ambiental" para se tornar "A minha página pessoal". Ainda em obras :))))

Sílvia... ó Sílvia... esses sítios já por aí andam a algum tempo. O blogue parou e a página aparentemente nunca arrancou. Vamos ver no que dá.

Também vos digo. Mais do mesmo, não obrigado.
É pena que os "diferentes" acabem por sair de circulação. Paciência.

Espero que estes (os três) se mantenham por muito tempo.

Saudações ambientais,
Vítor Manteigas

teessea disse...

Olá, Vítor Manteigas!

Quando tiver a página pronta, informe-nos.

Como decerto sabe – a informação é de divulgação permanente – o Brasil é um dos países com mais “hackers” no activo.

Provavelmente também já lhe aconteceu abrir uma mensagem com um assunto inocente e logo a seguir ter o monitor invadido por janelas em contínuo de sites “Hard-core” que se alojam imediatamente.

É uma invasão terrível, muito difícil de deter. Não só espalham vírus como os respectivos endereços são difíceis (mesmo muito difíceis) de eliminar.

Porque já nos sucedeu, agora hesitamos se devemos abrir algumas das mensagens que recebemos provenientes do Brasil.

Atendendo às dificuldades que anuncia para eliminar as mensagens indesejáveis, esperamos que o Fórum não venha a ser invadido por aquela praga.

Um abraço,

teessea